Habilitar o engenheiro para garantir o cumprimento dos direitos trabalhistas ocupacionais assegurando a saúde e o bem-estar do colaborador. Devido aos riscos de diferentes níveis a que são expostos diariamente, os engenheiros de segurança do trabalho também criam e executam projetos de segurança para o trabalhador. A formação ampla permite atuar em diferentes setores da indústria e da construção civil.

TURMAS 2017

Local

Duração

Dias

Horário

Coordenador(a)

Investimento

Unidade Central
652
Sexta-feira , Sábado e Sábado
18:30 às 22:30

Público Alvo

Graduados em Engenharia (todas as modalidades) e Arquitetura. Conforme a Lei nº 7410 de 27 de Novembro de 1985 e o Decreto nº 92530 de 9 de abril de 1986 somente graduados em engenharia (todas as modalidades) e arquitetura podem exercer a função de especialista em Engenharia de Segurança de Trabalho.

MATRIZ CURRICULAR


  • HIGIENE DO TRABALHO I-AGENTES FÍSICOS - 48 h

    Ruídos: Conceitos Gerais e Ocorrência. Física do Som. Critérios de Avaliação. Trabalho prático. Técnicas de Medição. Medidas de controle. Laboratórios de Análise de Medidas de Controle. Vibrações: Conceitos Gerais e Ocorrência. Física das Vibrações. Trabalho prático. Laboratório de Medições. Critérios de Avaliação. Medidas de Controle. Prática e Técnicas de Medição e Análise de Medidas de Controle. Sobrecarga Térmica: conceitos Gerais e Ocorrência. Transmissão de Calor. Técnicas de Medição. Critérios de Avaliação. Medidas de Controle. Laboratório de Técnicas de Medição. Laboratório de Avaliação e Controle. Temperaturas Baixas: Conceitos Gerais e Ocorrência. Critérios de Avaliação. Medidas de Controle. Laboratório de Avaliação. Trabalho Prático para Medidas de Controle de Temperatura Baixa e Sobrecarga Térmica. Iluminação: Conceitos Gerais e Ocorrência, níveis de iluminação, efeitos estroboscópicos, técnicas de medição, fatores interferentes na iluminação, iluminação especial, laboratório de avaliação e análises de projeto de iluminação. Pressões elevadas e baixas: Conceitos Gerais e Ocorrência, avaliação e medição de controle.

  • ADMINISTRAÇÃO APLICADA À ENGENHARIA DE SEGURANÇA - 32 h

    A Evolução das Empresas; Revolução Industrial; As Duas Grandes Guerras; Desenvolvimento das Organizações; Estruturas Organizacionais; Fermentos de Gestão de Empresas; Planejamento, Organização Liderança e Controle; Gestão de Pessoas e Equipes; Engenharia de Segurança: Órgão de Linha ou Órgão de "Staff"; Relação do Órgão de Segurança do Trabalho com Áreas de Produção e Serviço; Desafios e Perfil do Profissional de Segurança do Trabalho.

  • ERGONOMIA - 32 h

    Ergonomia no Mundo e no Brasil; Os Sistemas Humano-Tarefa-Máquina (SHTM); A Intervenção Ergo-nomizadora; Métodos e Técnicas, Etapas e Fases; Apreciação Ergonômica; Problematização, Sistematização e Parecer Ergonômico do SHTM; Diagnose Ergonômica; Análise da Tarefa; Registro Comportamental de Atividades; Custos Humanos; Ambiente da Tarefa; Diagnóstico Ergonômico do SHTM; Recomendações para Estações de Trabalho; Postos de Trabalho Informatizados; Trabalho de Pé e Sentado; Movimentação Manual de Materiais;

  • PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E EXPLOSÕES - 60 h

    Evolução da Legislação Brasileira sobre Proteção contra Incêndio e Explosões (PCI). Necessidade da Engenharia de Incêndio. Características e Comportamento do Fogo. Transferência de Calor: Condução, Radiação e Convecção. Fontes de Calor; Explosão. Efeitos do Incêndio sobre a Pessoa Humana. Chama, Calor, Fumaça, Gases. Classes de Incêndio. Tetraedro do Fogo. Riscos de Incêndio, Agentes e Extintores. Sinalização do Equipamento de Incêndio. Análise de Riscos. Aplicação da PCI nos Prédios Existentes. Explosivos. Misturas Detonantes. Instalações Petroquímicas. Planos de Emergência e proteção contra incêndio.

  • PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE - 48 h

    Conceituação. Aspectos Humanísticos. Poluição das Águas. Poluição do Ar. Poluição do Solo. Poluição Sonora. Grupo de Proteção Ambiental; Emergência. Legislação. Destino de Resíduos Sólidos nas Indústrias. Política de Meio Ambiente. Sistema de Licenciamento de Atividades Poluidoras (SLAP). Poluição Acidental. Saneamento do Meio. Ventilação Industrial. Estado Gasoso: Configuração e Descrição. Necessidades Humanas de Ventilação. Ventilação para Conforto, para Controle Ambiental, Geral Diluidora e Local Exaustora. Projeto e Dimensionamento de Sistemas. Avaliação e Monitoramento.

  • LEGISLAÇÃO E NORMAS TÉCNICAS - 24 h

    Técnicas de Preparo de Normas, Instruções e Ordens de Serviço. Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho - NR. Consolidação das Leis Trabalhistas com foco na jornada de trabalhos; Intervalos e pausas no trabalho.

  • GESTÃO APLICADA NA SEGURANÇA EM TRABALHO EM ALTURA -NR 35 - 24 h

    Normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura. Análise de risco e condições impeditivas; A importância da Permissão de Entrada de Trabalho (PET). Riscos potenciais em trabalho em altura. Sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva para trabalho em altura. Equipamentos de proteção individual para trabalho em altura. Acidentes Típicos em Trabalho em Altura; Estudo de casos Focados a NR 35; Condutas em situações de emergência, noções de primeiros socorros.

  • O AMBIENTE E AS DOENÇAS DO TRABALHO - 52 h

    Doenças do trabalho: conceituação e importância. Serviços de Medicina do Trabalho e relacionamento e atribuições com Engenharia de Segurança. Doenças do Trabalho com relação entre agente ambiente. Estudo de doenças do trabalho causadas por agentes físicos, químicos e biológicos. Fatores que influenciam na produtividade e bem-estar do trabalhador. Toxicologia: vias de penetração, agentes tóxicos, mecanismo de proteção e limites de tolerância. Primeiros Socorros, uso de Materiais Adequados ao Atendimento e Transporte das Vítimas ao Local Apropriado ao Socorro.

  • PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS EM MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES I: MECÂNICA NR 12 E NR 36 - 36 h

    Mecânica: Conceituação e importância. Bombas e motores. Veículos industriais. Ferramentas manuais. Ferramentas motorizadas. Vasos sob pressão, caldeiras. Equipamentos pneumáticos. Fornos. Compressores. Soldagem e corte. Equipamentos de processos Industriais. Equipamentos e dispositivos elétricos. Sistema de proteção coletivo. Equipamentos de proteção individual - EPIs. Projeto de proteção de máquinas. Localização industrial. Arranjo físico. Descrição e identificação dos Riscos Associados a Máquina e suas proteções específicas; Funcionamento das proteções; Sistemas de Bloqueio de Funcionamento da Máquina durante Inspeção, Limpeza, lubrificação e Manutenção. Principais itens de segurança em Máquinas e equipamentos; A importância da Manutenção Preventiva; Gerenciamento de Riscos em Máquinas e Equipamentos; Plano Atendimento a Emergências Mecânicas; Medidas preventivas para o uso correto de ferramentas ou equipamentos manuais; Proteções a Partes Móveis (Distâncias para impedir o acesso a zonas de perigo); Requisitos para uso de detectores de presença em dobradeiras hidráulicas. Diferenciação do Uso de Máquinas em Unidades Industriais e Varejo.

  • PREVENÇÃO E CONTROLE DE RISCOS EM MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E INSTALAÇÕES II: ELÉTRICA - 24 h

    Elétrica: Máquinas e Ferramentas. Soldagem e Corte. Instalações e Equipamentos Elétricos: Acidentes com Eletricidade; Conceitos Básicos, Riscos Elétricos, Choque Elétrico; Atendimento aos Acidentados; Segurança do Trabalho na Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica; Segurança do Trabalho com Eletricidade no Lar; Estudo da NR-10; Adicional de Periculosidade para Empregados em Eletricidade. Proteção Coletiva e Individual. Arranjo Físico

  • HIGIENE DO TRABALHO II- AGENTES QUÍMICOS - 48 h

    Contaminantes Químicos: Conceituação, Classificação e Ocorrência. Limites de Tolerância. Técnicas De Avaliação. Contaminantes Sólidos e Líquidos: Classificação, Ocorrência. Estratégia de Amostragem. Contaminantes Gasosos: Classificação e Ocorrência. Estratégia de amostragem. Técnicas de Avaliação. Medidas de Controle Coletivo para Agentes Químicos. Medidas de Controle Individual. Estudos de Casos Específicos. Laboratório de Manuseio de Equipamentos de Avaliação de Gasosos. Trabalho Prático de controle de Agentes Químicos. Riscos Relativos ao Manuseio, Armazenagem e Transporte de Substâncias Agressivas.

  • HIGIENE DO TRABALHO III-AMBIENTE TÉRMICO E VENTILAÇÃO - 24 h

    Apresentar e discutir as questões relativas a sobrecargas térmicas, temperaturas baixas, pressões baixas e elevadas, sistemas de ventilação e prática no manuseio e operação de equipamentos para avaliação de agentes nocivos. Ventilação Aplicada à Engenharia de Segurança do Trabalho. Conceituação. Ventilação Geral: Ventilação para Conforto térmico. Ventilação Natural. Ventilação Geral Diluidora. Ventilação Local Exaustora Aplicada ao Controle de Contaminantes dos Ambientes de Trabalho: Verificação de Sistema de Ventilação Local Exaustora. Trabalho Prático de Ventilação. Laboratório de Avaliação de Sistemas de Ventilação: Manuseio de Aparelho de Medição. Medição de Velocidade de Ar e Pressão Estática em Dutos.

  • HIGIENE DO TRABALHO IV-RADIAÇÕES - 20 h

    Aplicação das Radiações Ionizantes na Área do Trabalho; Efeitos Biológicos da Radiação; Limites de Tolerância; Relação entre Taxa de Exposição e Atividades; Blindagem para Radiações; Sistemas de Detecção; Aplicação da Lei 7.394/85 e do Decreto 92.790/86; Portarias 3393/87 e 3214/78 do Ministério do Trabalho. Temperaturas Extremas. Pressões Anormais. Poluição Atmosférica. Poluição da Água e do Solo.

  • LAUDOS E PERÍCIAS DE ENGENHARIA - 28 h

    Apresentação de conhecimentos básicos de técnicas de redação e elaboração de Laudos em Perícias de Engenharia e Avaliações, judiciais e extrajudiciais. Serão abordados; Conceitos e definições; Atividades básicas que compõe a vistoria; Elaboração de Laudo Pericial - Apresentação de itens essenciais conforme Normas Técnicas; Requisitos imprescindíveis do Laudo Pericial; Tipos distintos de Laudos, entre eles, Laudo Judicial (Perito), Parecer Técnico (Assistente Técnico), Laudos extrajudiciais; o emprego de imagens e ilustração; Resposta a Quesitos; Apresentação de erros comuns em Laudos; Conhecimentos e requisitos básicos para a aplicação da fotografia nos Laudos Periciais; Dicas de linguagem, formatação e entrega do Laudo; Apresentação de tipos e sugestões de Petições e Laudos (judiciais e extrajudiciais).

  • GERÊNCIA DE RISCOS - 60 h

    Análise de Riscos, Técnicas de Análise de Riscos: Análise Preliminar de Riscos; Análise de Operabilidade; Análise de Modos de Falhas e Efeitos. Elaboração de Árvores de Falhas Qualitativas. Noções de Teoria das Probabilidades. Elaboração de Árvores de Falhas Quantitativas. Administração do controle de prevenção de perdas. Sistema de gestão das condições e meio ambiente de trabalho. Modelo de um programa de gerenciamento de riscos. Custo dos acidentes. Plano de contingência. Noções básicas de seguro. Administração de seguros.

  • METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA - 36 h

    Características da ciência e de outras formas de conhecimento. Abordagens metodológicas enfocando o planejamento, a apresentação de projetos e a execução dos mesmos. Elaboração de relatórios, defesas e divulgação de resultados de pesquisa.

  • INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO - 20 h

    Evolução. História do Prevencionismo. Entidades Públicas e Privadas. Contexto capital-trabalho. Responsabilidades. Acidente - Conceituação; Causas e Consequências; Fator Pessoal de Insegurança e Condição Ambiente de Insegurança; Ato Inseguro; Lesão Pessoal e Prejuízo Material; Condição Ambiente de Insegurança; Agente do Acidente e Fonte da Lesão; Acidente sem Lesão; Comunicação e Estatísticas de Acidentes e Acidentados; Custo do Acidente

  • PSICOLOGIA APLICADA À ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO - 16 h

    Noções de psicologia. Introdução à Psicologia do Trabalho. Características de personalidade. Aspectos psicológicos do trabalho e do acidente. O treinamento, sua importância na engenharia de segurança do trabalho. O papel do engenheiro de segurança do trabalho na educação prevencionista. Aspectos comportamentais na utilização do equipamento de proteção individual. Técnicas de comunicação afim de potencializar a segurança no trabalho. Exercícios de vivencias como técnica de prevenção de acidentes. A Comunicação como Resultante de Conteúdos Internos. Motivação, Conceito e Fatores que Influenciam no Processo.

FORMA DE INGRESSO


1 fotos 3x4

Currículo Vitae

Comprovante de Residência

CPF

Carteira de Identidade (RG)


Fotocópias autenticadas:

Diploma de Ensino Superior

Histórico de Graduação

Assim que obtivermos alguma novidade, entraremos em contato


  • Selecione os cursos:

T E N H O   I N T E R E S S E