Loading...

NOTÍCIAS

05 Jul 2019

Estudante apresenta estudo inédito em evento nacional

Foto: Arquivo pessoal

 

Em junho, foi realizado o 30º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, em Natal, no Rio Grande do Norte. Um dos principais eventos da área, o Congresso recebeu pesquisadores, autoridades e profissionais de todo o país.

 

Mais de 2500 estudos foram inscritos no evento, sendo que cerca de 900 foram selecionados para apresentação oral. Na programação, Lucinara Moreira Floriano, estudante de Engenharia Ambiental e Sanitária da UCEFF Chapecó, socializou um estudo sobre “Manejo Integrado para pequenas propriedades”. Sua pesquisa é voltada à permanência de agricultores no campo de forma sustentável e ecologicamente responsável.

 

Mas o diferencial em seu trabalho foi a horta em mandala retangular, proposta até então inédita no Brasil. De acordo com a jovem, este tipo de projeto leva em consideração os aspectos topográficos do terreno, pois se adapta melhor em áreas com declive. “Não há registros oficiais do modelo retangular no Brasil, o que o torna inédito”, assegura Lucinara. O reconhecimento da autoria deverá ser autenticado pela Biblioteca Nacional nos próximos meses. 

 

  • Novas conquistas

Uma das atividades previstas na programação foi as Olimpíadas JPS - Jovens Profissionais do Saneamento, na qual Lucinara participou com outros três pesquisadores. O resultado saiu ainda durante o evento e foi muito animador: o grupo venceu o primeiro lugar das Olimpíadas. E como premiação receberam inscrição e estadia gratuitos para o 19º Simpósio Luso-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (Silubesa), que acontecerá ano que vem, em Pernambuco.

“Foi muito importante participar das Olimpíadas, tanto pelo prêmio quanto pela rede de contatos que me oportunizou”, ressalta a jovem. “Estou extremamente feliz e realizada, não pensava em chegar na final, tampouco ser campeã”.

 

Para Lucinara, a conquista é coletiva, pois representa um ganho não somente pessoal como para a comunidade chapecoense e para Santa Catarina. “Eu penso que uma oportunidade de gerar interesse social e acadêmico, ampliando as pesquisas ou investimentos na área de saneamento ambiental”, afirma. 

 

Fotos: Assessoria ABES

Manejo integrado


  • Compartilhar: