Loading...

O CURSO

Especializar profissionais de nível superior com formação na área da saúde no campo da Urgência e Emergência de forma científica e ética para qualificar o conhecimento e a prática nas áreas da gestão, da atenção e pesquisa.

PÚBLICO

Portadores de diploma de cursos de graduação em Enfermagem, Medicina, Biomedicina, Fisioterapia, Odontologia, Terapia Ocupacional e áreas afins.

MATRIZ CURRICULAR


Abordagem ao paciente com Traumatismo cranioencefálico. Abordagem ao paciente com Traumatismo raquimedular. Abordagem ao paciente com Trauma torácico. Abordagem ao paciente com Trauma abdominal. Abordagem ao paciente com Trauma gênito-urinário. Abordagem ao paciente com Trauma de face. Abordagem de enfermagem nas Lesões ortopédicas de extremidades. Lesões desportivas na emergência. Lesões da clavícula e membros superiores. Lesões da bacia e membros inferiores. Lesão de partes moles e reparação de feridas. Lesão causada pela altitude. Acidentes devido ao mergulho profundo. Lesões por radiação.

Atendimento inicial no suporte básico e avançado de vida. Imobilização. Acolhimento e Classificação de Risco. Controle da Cena. Avaliação primária e secundária. Transporte. Prática.

Anamnese e exame físico, semiologia e semiotécnica, métodos diagnósticos por imagem e laboratorial e monitorização do paciente nas unidades de urgência e emergência.

Acolhimento com Classificação de Risco de acordo com a Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde. Protocolos de Classificação de Riscos nos serviços de Urgência e Emergência. Organização nos serviços de urgência e emergência; dimensionamento de pessoal na classificação de risco.

Atendimento das emergências respiratórias, emergências renais, emergências gastrointestinais, emergências abdominal e torácica, emergências endócrinas, intoxicações exógenas e picadas por animais peçonhentos. Atendimento das emergências cardiocerebrovasculares no ambiente intra-hospitalar. Atendimento das emergências e emergências psiquiátricas e em saúde mental.

Discutir uma abordagem sistêmica do processo ensino-aprendizagem, analisar os elementos que compõem o sistema. Descrever modelos de ensino-aprendizagem. Enfatizar a metodologia do ensino, as estratégias individuais e em grupo de aprendizagem. Refletir sobre a avaliação da aprendizagem. Fornecer ferramentas para elaboração de planos de disciplina e de aula.

Anamnese e exame físico do paciente cardiopata. Princípios Básicos de Eletrocardiografia. Arritmias. Paciente Coronariopata. Estudos das enzimas cardíacas. Monitorização Hemodinâmica. Atendimento a PCR e seus Algoritmos na Fibrilação Ventricular/Taquicardia Ventricular sem pulso; Assistolia; Bradicardias/Taquicardias. Desfibrilação. PO (pós-operatório) cirurgia cardíaca e pneumológica - cuidados complementares em cirurgias tórax utilização de protocolos. Fisiologia Cardíaca, patologias mais comuns, ICC, IAM, HAS. Sinais sintomas, atuação equipe. Exames, fármacos adequados.

Fisiopatologia e conduta terapêutica nos quadros agudos de emergência neurocirurgias. Assistência multiprofissional (médicos e enfermagem) nas emergências neurológicas. Isquemia cerebral, cefaléia. Coma, convulsões. Trauma de crânio e coluna espinhal.

Anamnese e exame físico de pacientes em urgência e emergência obstétrica e ginecológica. Atuação da equipe multiprofissional, métodos de investigação e diagnostico de complicações e tratamentos. Procedimentos básicos do médico e enfermeira socorrista.

Histórico da Epidemiologia. Conceitos de Epidemiologia. Perfil de Morbimortalidade Brasileira e suas Repercussões Sociais nos Serviços de Urgência e Emergência. Pesquisa epidemiológica aplicada às urgências e emergências no mundo. Vigilância Epidemiológica. Sistemas de informação em saúde. Indicadores de saúde.

É realizado fora do período de aula e deve totalizar 30 horas. Os alunos realizam atividades práticas na unidade de atendimento à vítima em diversas situações de emergência, com a supervisão de um enfermeiro. Esta disciplina será oferecida à parte em datas e horários a serem definidos. O estágio possibilita ampliar e aprofundar a integração entre os conhecimentos teóricos e as práticas, bem como desenvolver análises crítico-reflexivo sobre a atuação do profissional da "Urgência e Emergência". Consiste na realização de atendimento emergencial. Inclui avaliação e intervenção urgências e emergências, mediante a utilização de múltiplos procedimentos. Inclui também a elaboração de um relatório completo do trabalho realizado fundamentado teoricamente.

Revisão dos conhecimentos de Farmacologia quanto a Farmacocinética e à Farmacodinâmica bem como ao Sistema Nervoso Central, Sistema Cardiovascular, Sistema Respiratório e Sistema Hematológico. Farmacologia aplicada às urgências e emergências, princípios e bases farmacológicas dos analgésicos, antitérmicos, anestésicos, anticolinérgicos, broncodilatadores, cardiotônicos, anticoagulantes, hipoglicemiantes. Organização de carro de PCR.

Contribuir para o esclarecimento sobre aspectos referentes ao gerenciamento de risco nos hospitais e seus reflexos nos serviços de urgência e emergência, em termos de gestão e das práticas assistenciais dos mesmos.

Compreender aspectos referentes ao financiamento da saúde no País e seus reflexos nos serviços de saúde, em termos de gestão dos mesmos. Instrumentalizar quanto aos Requisitos de Atividades Críticas (RAC) de saúde e segurança, fluxos operacionais, dimensionamento de profissional, gestão por sítios assistenciais, organização e protocolos. Oferecer elementos que subsidiem a caracterização, a estruturação e impacto desses sistemas no fluxo dos pacientes agudos nas portas de urgência e emergência. Proporcionar elementos para contribuir no planejamento, gestão de leitos e outras estratégias assistências na gestão dos serviços de emergência. Proporcionar o planejamento da alta precoce qualificada, na construção de processos assistenciais pós-alta nos diversos serviços especializados e no segmento da assistência na rede de saúde. Gerenciamento do Serviço de enfermagem em unidades de urgência, emergência e Unidade Terapia Intensiva.

Natureza do conhecimento científico. Pesquisa científica. O planejamento da pesquisa científica: definição do tema e do problema, os objetivos, a justificativa, a revisão da literatura, métodos da pesquisa, os instrumentos de coleta dos dados, o tratamento e análise dos dados, considerações finais. Ética em pesquisa na área da saúde. Normas da ABNT. Estrutura de Artigo Científico. Políticas educacionais voltadas à garantia dos direitos humanos, Educação Especial, Educação para as Relações Étnico-Raciais e Educação Inclusiva.

Políticas Públicas de saúde: uma abordagem global relacionado aos modelos de atenção às urgências e emergências. Sistema único de saúde: doutrinas e princípios; Lei orgânica da Saúde; Participação comunitária na gestão das políticas de saúde. Apresentar as dimensões históricas, sociais, políticas e conceituais que implicaram o surgimento, desenvolvimento e transformação da urgência e emergência no Brasil. Política Nacional de Atenção às Urgências através dos seus componentes, da regionalização e organização das redes de atenção às urgências e linha de cuidado.

Apresentar as principais bases de dados para busca da evidência científica, abordar aspectos da análise crítica da evidência científica e da redação científica. Orientando na produção de artigo científico.

Abordagem inicial e atendimento de emergência (avaliação primária, secundária, atendimento à parada cardiorrespiratória). Assistência ventilatória em pediatria. Assistência nas principais situações clínicas. Assistência nas principais situações traumáticas. Estabilização pós-ressuscitação cardiorrespiratória, medicamentos e fluídos utilizados em emergências, abordagem inicial da criança politraumatizada, obstrução de vias aéreas por corpo estranho, manutenção das vias aéreas no paciente pediátrico e aspectos éticos dos cuidados com a criança e o adolescente em situações de emergência

Conceitos de ética e fundamentos da bioética. Bioética aplicada ao atendimento nas urgências, emergências e UTI. Aspectos éticos e legais envolvendo a atuação dos profissionais da área da saúde. Abordagem na humanização da assistência. Abordagem familiar e doação de órgãos. O stress incorporado à rotina hospitalar. Relações humanas no trabalho hospitalar. Resoluções de conflitos. Relações entre grupos. Equipe multidisciplinar.

NOTÍCIAS

VER MAIS

Dúvidas?

Entre em contato pelo formulário que logo responderemos ;)

  • SELECIONE O(S) CURSO(S) E RETORNAREMOS :)


Tenho interesse